TDAH E CONTROLE INIBITÓRIO: RELEVÂNCIA DE UM PROGRAMA NEUROPSICOPEDAGÓGICO DE ESTIMULAÇÃO DAS FUNÇÕES EXECUTIVAS EM SALA DE AULA

TDAH E CONTROLE INIBITÓRIO: RELEVÂNCIA DE UM PROGRAMA NEUROPSICOPEDAGÓGICO DE ESTIMULAÇÃO DAS FUNÇÕES EXECUTIVAS EM SALA DE AULA   Vera Lucia de Siqueira Mietto [1] Vanessa Leite Machado [2]   INTRODUÇÃO Este artigo tem como objetivo refletir sobre a importância do desenvolvimento das funções executivas no âmbito escolar como ferramenta fundamental no controle inibitório de nossas crianças com TDAH/I. As Funções Executivas têm sido estudadas por pesquisadores voltados para as neurociências da aprendizagem, tentando desvendar como elas influenciam e norteiam as futuras aprendizagens e o comportamento de nossas crianças. Numa perspectiva de facilitar ao neuropsicopedagogo a elaboração de estratégias mais assertivas e o entendimento das habilidades que compõe as funções executivas, esse artigo também mapeará as áreas cerebrais e sua relação com as habilidades cognitivas, assim como sua influência no desenvolvimento emocional e cognitivo de nossas crianças: a neurobiologia do TDAH e o comprometimento das habilidades cognitivas e seu impacto (mais…)

Livro “Neuropsicopedagogia Clínica – Introdução, Conceitos, Teoria e Prática”

O livro “Neuropsicopedagogia Clínica – Introdução, Conceitos, Teoria e Prática” pode ser adquirido através do site da Editora Juruá. Os associados da Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia – SBNPp possuem desconto de 20%, saibam como adquirir através do e-mail sbnpp@sbnpp.com.br. Associe-se e desfrute deste benefício concedido especialmente para nosso associado.     (mais…)

NEUROPSICOPEDAGOGO INSTITUCIONAL E CLÍNICO – Artigo Comentado. (Art. 29 do Código de Ética Técnico Profissional)

NEUROPSICOPEDAGOGO INSTITUCIONAL E CLÍNICO Artigo Comentado. (Art. 29 do Código de Ética Técnico Profissional) Definições e proposições de diferenças na atuação Neuropsicopedagógica.  Para que possamos entender o trabalho do Neuropsicopedagogo Clínico, faz-se necessário descrever a definição e o campo de atuação da Neuropsicologia e da Psicopedagogia no sentido de esclarecer que a Neuropsicopedagogia Clínica não é uma especialização dessas duas áreas. A Neuropsicopedagogia Clínica, embora estude o funcionamento do cérebro e o comportamento humano, tem os alicerces de sua prática nas teorias de aprendizagem e nas estratégias para o ensino-aprendizagem. A Neuropsicologia, enquanto ciência, foi oficialmente reconhecida no Brasil, em 1988, com a fundação da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia (Ortiz et al, 2008); enquanto profissionalização, surgiu em 2004 com a publicação da Resolução º 002/2004 do Conselho Federal de Psicologia, que regulamentou a prática da Neuropsicologia como especialidade para Psicólogos (Andrade & Santos, 2004. Conselho Federal de Psicologia, 2004). Segundo (mais…)